Método Canavial revela caminhos e desafios da produção cultural

Publicação é fruto dos mais de 20 anos de experiência do produtor cultural Afonso Oliveira em trabalhos com a cultura popular e suas comunidades locais.

Publicação é fruto dos mais de 20 anos de experiência do produtor cultural Afonso Oliveira em trabalhos com a cultura popular e suas comunidades locais.

O acesso à informação, a busca pela autonomia das comunidades e os caminhos para capacitação são grandes desafios para maioria dos produtores culturais. Contribuir para formação desses produtores e, principalmente, fomentar a cultura popular, são objetivos do livro Método Canavial – Introdução à produção cultural, do produtor Afonso Oliveira, que será lançado dia 11, às 19h, na Livraria Cultura (Rua Madre de Deus, s/n – Recife – Recife/PE). O lançamento também contará com as participações dos professores Isa Trigo (UNEB) e Severino Vicente (UFPE), responsáveis pelo prefácio e pela apresentação do livro respectivamente, além das apresentações de Serginho da Burra, Orquestra Filarmônica 28 de junho e Mestre Zé Duda e o Terno do Maracatu Estrela de Ouro. A entrada é franca.

Em Método Canavial, Afonso Oliveira convida os leitores e produtores culturais a refletirem sobre o sistema cultural, propondo formas de capacitação para criação de projetos que contribuam para política cultural brasileira. “O surgimento de um ponto de cultura pode ser comparado a produção de uma gola de maracatu. Para dar aquele brilho e forma final é preciso cumprir todas as etapas com dedicação e muito trabalho. Método Canavial representa a apropriação dos meios de produção cultural nas mãos das comunidades e coletivos sociais que produzem a cultura local. Dessa forma uma comunidade ganha autonomia, promove, produz e difundi sua cultura. Os coletivos culturais brasileiros, precisam participar das rádios comunitárias, produzir seus próprios festivais. A autonomia da produção cultural passa por isso. O livro pretende contribuir não apenas para a formação técnica, mas também para formação libertária”, destaca Afonso Oliveira.

Método Canavial se define como tendo a função de aproximar os grupos culturais, pesquisadores, músicos e todos envolvidos na cadeia de produção e fomento cultural. Dessa coletividade surge a força para prosseguir guardando e renovando a memória e o trabalho da cultura popular.

O livro também se reinventa como um manual da produção cultural, tendo como case principal o Pontão de Cultura Canavial, em Nazaré da Mata, que é reconhecido nacionalmente por seu trabalho e importância na difusão da cultura popular. A publicação retoma a ideia que é necessário pensar os usos do corpo do homem que produz cultura e entender que a matéria prima da produção cultural é o saber dos mestres e artistas locais.

AFONSO OLIVEIRA – É Coordenador do Pontão de Cultura Canavial – Agência de Projetos Culturais, em Nazaré da Mata – PE, além de professor do Curso de Produção das Culturas Populares, produtor e consultor de diversos projetos na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Iniciou seus trabalhos na produção cultural em 1990 e foi um dos fundadores da África Produções, onde contribuiu para difusão do reggae em Pernambuco e para criação de uma política cultural voltada para valorização dos Maracatus. Afonso Oliveira também colaborou para criação do Fundo Pernambucano de Incentivo a Cultura – Funcultura. Em 2009 recebeu o Prêmio Tuxaua do Ministério da Cultura. É também do Comitê de Acesso e Diversidade da Comissão do Fundo Nacional de Cultura do Ministério da Cultura.

Serviço
Lançamento do livro “Método Canavial – Introdução à Produção Cultural”
11/10/2010 – 19h
Local: Livraria Cultura (Rua Madre de Deus, s/n – Recife – Recife/PE)

Texto publicado em Notícias com as tags , , , , , . Link direto: URL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>